Apelo ao divino e o conformismo religioso.


A maioria das pessoas, em suma os religiosos, quando não conseguem uma explicação lógica para algo ocorrido, no meio cientifico ou popular, de um modo geral, buscam “a sua explicação” no âmbito da crença religiosa. Essa “explicação” pode ser interpretada em vários sentidos, sendo direcionada em algo espetacular que ocorreu em algum lugar do mundo ou mesmo pessoalmente; na saúde, quando a medicina não consegue atender ao caso ou o próprio caso é de difícil acesso à medicina (não tem cura); quando a pessoa não consegue um emprego, e com isso se procura auxilio religioso, acreditam que ali vão ser ouvidos e que com aquele pedido, será ouvido pelo divino e sua prece ser atendida.

Esse apelo direcionado aos santos é uma característica forte dos índios que povoaram e eram a maioria no Brasil, o catolicismo imposto pelos portugueses na sua chegada ao nosso país e posteriormente aos escravos-africanos, que tinham um forte apelo religioso e mesmo fora do seu continente, escondidos, conservavam as crenças que tinham em sua filosofia. O Brasil é o país que mais cultua os santos e da sua importância em diferentes “poderes”. Há alguns que tem o “poder” de realizar o pedido rápido, outros nos levam a crer que vão curar nossos problemas oftalmológicos e etc., mas de um modo geral, acreditamos que procurando esses diversos santos, encontraremos resposta para o que a “razão” não pode nos responder.

O medo de morrer por alguma doença, não arrumar um emprego de imediato ou ser assaltado permeia a mente de todos, mais de uns do que de outros, mas quando nos sentimos desprotegidos, seja pelo governo ou própria insegurança de relativizar a vida, procuramos o “sobrenatural”, contudo, a crença de existir um Ser superior que nos protege, nos guia e ainda nos salva de todos os males, dando poder a outros santos atender o que pedimos, é muito mais confortável e seguido muito pela grande população. É muito mais confortável colocar o “peso” de viver nos outros (Deus) do que realmente viver!

Outro fato que permeia a mente das pessoas seguidoras de um Ser divino é o conformismo que é a demonstração de subserviência hierárquica (servo e rei), pois quando o pedido é feito, esta ali a fé em Deus e de que o pedido vai ser atendido; quando esse pedido não é atendido de imediato ou nunca atendido, alguns questionam sua existência e se é mesmo “Deus”, mas muitos seguidores se contentam de não terem sido atendidos, pois acreditam se o seu pedido não foi atendido, é que o mesmo Deus não quer que esse pedido seja realizado. O que pode ser caracterizado como ignorância, sendo olhado em um contexto geral, a fé e submissão a Deus falam sempre mais alto para os que crêem. Muitos acreditam que o próprio fato de duvidar da sua força perante o pedido feito é um ato blasfêmico, condenando os mesmos. Acreditar que algo que não ocorreu, ou muitas vezes que aconteceu, como um assalto, a perda do emprego, a morte de um ente mais próximo, entre outros, trás para muitos o conformismo, subserviência e o próprio medo de questionar o Divino. Acreditar que tudo pode ser possível é muito mais fácil que relativizar ou impossibilitar.

11 comentários:

Oi, Wilson!
Olha eu aqui kkkkkk...


Rapaz... AINDA BEM que se acredita em algo. Quando a ciência e os achismos humanos não respondem, nem podem salvar, o MITO vem com uma força LITERALMENTE sobre-humana e, na maioria das vezes, a pessoa se esclarece, ou, para alguns, ela acredita nisso.

O ser precisa ACREDITAR, senão não haveria motivação. Se a FÉ realmente move montanhas que ela exista, não é mesmo?


Afinal, mesmo alguns ATEUS, que se dizem ATEUS, na hora do aperreio, dizem "AI, MEU DEUS" ou "SE DEUS QUISER"...


:)
Beijos!

Dizem que há dois tipos de pessoas, as que não acreditam em milagres e as que acreditam que tudo é um pequeno milagre.

Sou das que não acreditam X]

Creio que a fé seja proveitosa até certo ponto (não fui agraciada com ela mas isso é outra história), se acreditar em algo superior ajuda a pessoa a viver melhor, que bom pra ela.
Não é preciso ter uma religião para ajudar o seu próximo, mas se você faz isso pela sua religião, que ótimo!
Mas algumas pessoas fizeram de seu Deus uma justificativa para seus atos nefastos, hoje em dia, talvez nem tanto, mas veja a idade média, escravidão e coisas do tipo. Veja os pastores ricos e os seguidores pobres que pagam os dísimos.

Se é pra ter fé, que tenha! Mas também tenha bom senso.

Ps.: Excelente texto meu mau caminho ;]

beijos, te amo ^^

Novamente ( li primeiro o post abaixo) eu dissertei sobre algo próximo, no meu texto' vã filosofia' : Estas bases relativamente comuns a um meio, são fixadas de tal maneira, que se tormam parte de cada pessoa.
Com tanta fixação, é comum que algumas idéias se tornem verdades absolutas e inquestionáveis sendo assim transmitidas de geração á geração, num ciclo moralmente favorável.
--

Conformismo e dogmas, são sempre limites. E consequentemente, os horizontes que se enxerga têm fronteiras.
Sabe-se separar o achismo da verdade quando se começa a questionar.

Ótimo texto !

As pessoas fazem isso involuntariamente, ou seja, não percebem o quanto acreditam e necessitam do "sobrenatural" - apesar de não saberem o que realmente acontece para tudo dar certo. Adorei o texto!...
Ah, agora que voltou a postar, estou eu aqui de novo (sim, a Cris do antigo blog Tri Inútil, lembra? Dos comentários sobre cinema, Hitchcock e afins rs) em seu blog!
Espero que poste com mais freqüência... Beijocas

PS: O que os "favoritos" do navegador não fazem com a gente, hein...

(Respondendo o seu coments no meu blog :D) Ahh, que bom que se lembra das conversas sobre cinema... É que faz tanto tempo que, sei lá, né, alguém pode esquecer, mas enfim. A gente quase não postava mais no Tri Inútil, na verdade, não tinha muito o que postar, a criatividade já tava indo pro espaço, então decidimos aposentar ele. Agora, final de setembro decidi fazer um blog dos meus - fracassados - cartuns. Eu sempre desenhava, então achei legal mostrar pro mundo [?].
Sim, eu também fiquei meio "presa" aos estudos... por isso que presta os cartuns: são rápidos de fazer (quando já se tem a idéia) e poucas palavras já dizem tudo. :D Só quando eu tô muito inspirada, escrevo um texto.
Ai! Kubrick *-* Sim, esses que citou são muito bons! :D Vale a pena ver, rever, rerever, rererever [??]. E, siiiiim, eu vi Bastardos Inglórios!!!! Muito bom! Tarantino é O cara!

Bom, é isso.
Tem meu email/msn no meu perfil [?] do Blogger. Pega lá :D Vou indo, bjocas

Sou daquelas que tem fé, mas do meu jeito. Eu pratico de um jeito próprio, se é que me entende. O que importa pra mim é crer em algo superior, ter fé em algo!

Um beijão :*

eu tenho fé em Deus, por isso creio em milagres, eles existem e acontecem na vida de qualquer pessoa! boa sorte.

Nossa mto legal seu blog !Faço das palavras da Má as minhas : o q importa pra mim é crer em algo superior, ter fé em algo !
ah, será q vc podia por favor seguir meu blog? http://tay-world.blogspot.com/
vlw e parabéns !!

deus e o criador de toda esistençia quem crer tera a vida etena quem nao nao tem a cetresa da sua salvaçao a palarvra de deus diz quem cre sera savo quem nao cre sera codenado cada pesoa deve scolher o caminho que deve andar jesus e o caminho a verdade e a vida ninguem vae ao pae senao por ele

A fé move as pessoas, sempre moveu. A questão mesmo é saber respeitar tais crenças.
Eu respeito. (:
Beijo.

Postar um comentário

Gostou?! Por que nao me diz o que achou, então?